Lesões causadas pelo esporte


>




A lesão é um acometimento indesejável e desagradável na vida do atleta.

Mas infelizmente, para os que treinam arduamente e com uma freqüência acima do limite do corpo, e principalmente os que realizam sem uma preparação correta e específica, fatalmente terão lesões conseqüentes, acompanhadas de dor, desconforto e até mesmo a incapacidade de continuar treinando. Alguns indivíduos sofrem lesões mais graves e mais freqüentes do que outros. No entanto, qualquer que seja a intensidade da lesão, é necessária sempre a prevenção.
A lesão é um mal de todos os atletas, profissionais ou amadores, e treinadores conhecem bem, ou porque já viveram esta experiência ou porque já viram alguém passar por isso. As atividades esportivas dos jovens e crianças têm se tornado cada vez mais populares. Porém, para evitar o surgimento de lesões é preciso observar alguns critérios, como a adaptação da habilidade do atleta à sua idade e desenvolvimento, a educação dos pais, a prevenção de riscos, e considerar sob um enfoque psicológico a relação entre o esporte desejado e habilidades para praticá-lo. No entanto, o prazer e os benefícios proporcionados pela prática esportiva devem ser sempre enfatizados.

Hoje, no mundo da Medicina Desportiva, o assunto mais discutido é a Prevenção de Lesões em atletas, que na verdade, já virou motivo de estudos direcionados em todo o mundo. Aqui no Brasil, os clubes de futebol são os pioneiros em investimento real em profissionais especializados nessa área. A prevenção de lesões vai desde a correção de exercícios de alongamento e flexibilidade, a exercícios de fortalecimento do centro do corpo, como por exemplo o “core training”.

No momento em que a lesão não pôde ser evitada, e já há um comprometimento físico, deve-se lançar mão rapidamente da Fisioterapia.
O tratamento fisioterápico tem os seguintes objetivos:

- Eliminar a dor;
- Recuperar a mobilidade e a estabilidade da área lesada;
- Recuperar a flexibilidade e a força muscular;
- Planejar o retorno da atividade física específica através de um treinamento proprioceptivo, para ganho de segurança, confiança, força, agilidade e coordenação.

A intervenção precoce implica, na maioria dos casos, recorrer a um serviço especializado, pois não se pode esquecer que lesões aparentemente sem importância, quando não tratadas, podem transformar-se em lesões graves, incompatíveis com a carreira esportiva.

Algumas lesoes mais comuns em alguns esportes:

:: Futebol - modalidade de exigência física extremamente complexa, que apresenta várias ameaças ao corpo. Os jogadores sofrem com mais regularidade torções, distensões e contusões, principalmente nos tornozelos e joelhos. A torção da maior parte deles aparece quando ocorre um movimento forçado.

:: MMA - proporciona praticamente contato total com o adversário, aumentando riscos de lesões em diversas partes do corpo. Um treinamento com instrutores adequado é essencial para não forçar articulações, músculos e tendões desnecessariamente ou de maneira errada. Por ser um esporte violento, os riscos de lesões simples são os hematomas e contusões. Já as mais complexas são quando um chute acerta, por exemplo, uma articulação, podendo provocar luxações, rompimento de ligamentos ou até mesmo fraturas, como de costelas.

:: Natação - quase sem impacto, onde a principal resistência a ser vencida é a água, as lesões causadas por quem é nadador podem acontecer caso o atleta mantenha alta intensidade de treinos, de forma inadequada. As regiões mais afetadas são os ombros e a coluna lombar. Apesar de benéficas para o condicionamento aeróbico, modalidades como nado borboleta e nado peito requerem cuidado, pois são estilos que exigem muito da coluna lombar.

:: Tênis - exige do atleta uma preparação física e técnica muito grandes. As lesões mais comuns são musculares da panturrilha, luxação nos ombros, de mão e punho, além de lombar. O golpe que mais causa lesões associadas à prática do tênis é o saque, pois requer um conjunto de movimentos integrados das pernas, do tronco e dos braços.

:: Voleibol - entorse de tornozelo é a lesão traumática aguda mais comum na modalidade, porque o jogador poder tocar o pé na linha central da quadra, aumentando o risco de choques com o adversário. Muitas ocorrem na aterrissagem de um salto sobre o pé do jogador oponente ou quando o atleta, ao saltar na execução de um bloqueio duplo, por exemplo, aterrissa no pé de seu parceiro. Muitas dessas lesões ocorrem na ação de bloqueio ou ataque, porque existe uma diferença de tempo de execução entre o salto do atacante e do bloqueador.


Lesões causadas pelo esporte Lesões causadas pelo esporte Revisado by ADMIN on 22:24 Nota: 5