Fisioterapia na Coluna: Escoliose








Geralmente envolve as regiões torácica e lombar.Tipicamente, em indivíduos destros, uma leve curvatura em S sendo para a direta na região torácica e esquerda na lombar , ou uma leve curvatura em C para a esquerda na transição toracolombar . Pode haver assimetria nos quadris, pelve e membros inferiores.

A escoliose estrutural envolve uma curvatura lateral irreversível com rotação fixa das vértebras. A rotação dos corpos vertebrais é no sentido da convexidade da curva. Na coluna torácica , as costelas rodam com as vértebras de modo que ocorre proeminência anteriormente no lado da concavidade . Uma giba posterior nas costelas é detectada durante a inclinação para frente

 QUANDO HÁ ESCOLIOSE ESTRUTURAL.

Uma escoliose não estrutural é reversível e pode ser alterada com inclinação para frente ou para o lado e com mudanças no posicionamento como ficando em decúbito dorsal ou fazendo realinhamento da pelve corrigindo uma discrepância entre o comprimento das pernas ou com contração musculares. Essa é também denominada escoliose funcional ou postural.


a)Fontes potenciais de dor :

(1)Fadiga muscular e torções ligamentares no lado da convexidade 

(2)Irritação nervosa no lado da concavidade


b) Desequilíbrios musculares:

(1)Estruturas retraídas no lado côncavo da curvatura 

(2)Estruturas alongadas e enfraquecidas nos lados convexos da curvatura

(3)Se um quadril está aduzido, os músculos adutores daquele lado ficarão retraídos e os músculos abdutores ficarão alongados e fracos. O oposto irá ocorrer no membro contralateral.


c) Causas comuns: escoliose estrutural 

Doenças ou distúrbios neuromusculares (como paralisia cerebral , lesão medular ou doenças neurológicas ou musculares progressivas), distúrbios osteopáticos ( como hemivértebras, osteomalacia, raquitismo ou fratura), e distúrbios idiopáticos , onde a causa é desconhecida;


d) Causas comuns : escoliose não estrutural

Discrepância entre o comprimento das pernas , seja estrutural ou funcional , proteção muscular reflexa ou espasmo devido a estímulos dolorosos na região lombar ou cervical ; e posturas habituais ou assimétricas.

Já acessou o blog Faça Fisioterapia hoje?



Capacite-se para atender melhor os pacientes:
  • Anamnese - Passo a Passo para uma boa avaliação
  • Combo Joelho e Quadril - Cursos Online
  • Exercício para Ganho de Força Muscular: Prescrição Terapêutica

  • Gostou o texto? Nos siga nas redes sociais: Instagram, Facebook e Twitter

    Quer anunciar neste blog?
    Mande uma mensagem no Whatsapp clicando aqui

    Quer sugerir uma pauta?
    Mande uma mensagem no Whatsapp clicando aqui ou um email clicando aqui

    Poste um Comentário

    Tecnologia do Blogger.