Músculos do joelho








A musculatura da perna pode ser dividida em três grupos de músculos que são anterior, lateral e posterior, constituindo uma atmosfera carnosa que envolve
completamente a fíbula. De um modo geral os músculos anteriores são flexores ao passo que os posteriores são extensores (CASTRO, 1989).

Os músculos que agem na articulação do joelho produzem movimentos de flexão e extensão da perna, mas também um certo grau de rotação, especialmente do côndilo lateral do fêmur em torno do eixo de rotação daquela articulação. Alguns dos músculos que movem a perna atuando na articulação do joelho são biarticulares, agem sobre a articulação do quadril bem como sobre a do joelho. São eles, vasto lateral, vasto medial e, vasto intermédio, reto da coxa que constituem o quadríceps, bíceps da coxa, semitendíneo, semimembranáceo (DÂNGELO e FATINI, 1988).

As origens destes músculos, suas inserções e inervações são:

VASTO LATERAL: Origem: lábio lateral (linha áspera) até o trocânter maior. Inserção: o tendão conjunto do quadríceps se insere nas margens proximal e lateral
da patela (base da patela – ligamento patelar). Ação: extensão do joelho. Estabilizado auxilia no bloqueio do joelho em extensão. Inervação: ramo do nervo
femoral.

VASTO MEDIAL: Origem: lábio medial (linha áspera), a parte distal mais forte que a proximal. Inserção: base da patela. Ação: extensão do joelho e auxilia no
bloqueio do joelho em extensão. Inervação: ramo do nervo femoral.

VASTO INTERMÉDIO: Origem: Perímetro anterior do fêmur. Inserção: base da patela. Ação: extensão do joelho e auxilia no bloqueio do joelho em extensão.
Inervação: ramo do nervo femoral.

RETO DA COXA: Origem: espinha ilíaca antero inferior (cabeça reta) e margem superior do acetábulo (cabeça reflexa). Inserção: base da patela (ligamento
patelar). Ação: estende a perna e auxilia a flexão na articulação do quadril. Inervação: ramos do nervo femoral.

BÍCEPS DA COXA: Origem: túber isquiático. Inserção: cabeça da fíbula. Ação: flexão da perna na articulação do joelho e rotação lateral, extensão e rotação
lateral da coxa na articulação do quadril. Inervação: nervo tibial.

SEMITENDÍNEO: Origem: do túber isquiático por um tendão curto unindo a cabeça longa do músculo bíceps da coxa. Inserção: longo tendão borda medial da
tuberosidade da tíbia. Ação: flexão da perna na articulação do joelho e rotação medial, extensão da coxa na articulação do quadril. Inervação: nervo tibial.

SEMIMEMBRANÁCEO: Origem: do túber isquiático (tendão largo, no espaço entre os músculos bíceps da coxa e semitendíneo e o músculo adutor). Inserção:
tendão curto e espesso do côndilo medial da tíbia e no ligamento poplíteo oblÍquo. Ação: flexão da perna e rotação medial na articulação do joelho; extensão da coxa
na articulação do quadril. Inervação: nervo tibial (PUTZ e PABST, 1995).

Retirei daqui




Capacite-se para atender melhor os pacientes:
  • Anamnese - Passo a Passo para uma boa avaliação
  • Combo Joelho e Quadril - Cursos Online
  • Exercício para Ganho de Força Muscular: Prescrição Terapêutica

  • Gostou o texto? Nos siga nas redes sociais: Instagram, Facebook e Twitter

    Quer anunciar neste blog?
    Mande uma mensagem no Whatsapp clicando aqui

    Quer sugerir uma pauta?
    Mande uma mensagem no Whatsapp clicando aqui ou um email clicando aqui

    Poste um Comentário

    Tecnologia do Blogger.