A Fratura da clavícula é a mais freqüentes de todas as fraturas, principalmente no período de recém-nascido. Muitas vezes ela pode passar...

Fratura de clavícula infantil








http://www.clinicadeckers.com.br/imagens/orientacoes/41_fratura_de_clavicula.jpg

A Fratura da clavícula é a mais freqüentes de todas as fraturas, principalmente no período de recém-nascido. Muitas vezes ela pode passar desapercebida por todos em casa e mesmo num primeiro exame mais rápido na sala de partos ou no centro cirúrgico.

Esta fratura pode ser bem notada no primeiro exame feito pelo pediatra, no consultório, alguns dias após o nascimento. Costuma acontecer no momento em que o obstetra tenta liberar o ombro do bebe ao nascer. Nestes casos costuma haver uma redução dos movimentos dos braços do bebe, no lado fraturado. Na maioria das vezes são fraturas incompletas, chamadas de "fratura em galho verde".

Estas fraturas curam-se espontaneamente, não necessitando de imobilização. É recomendado que a mãe tenha cuidado ao manusear o bebê para não provocar dor. O prognóstico é excelente, sem nenhum prejuízo futuro para a criança. Na dúvida esclarecer com o pediatra.

No ponto da fratura alguns dias depois aparece um aumento parecendo um ovo.

Com o passar das semanas, tudo desaparece e dificilmente anos depois conseguiremos descobrir o lado fraturado.


Gostou o texto? Nos siga nas redes sociais: Instagram, Facebook e Twitter



Quer anunciar neste blog?
Mande uma mensagem no Whatsapp clicando aqui

Quer sugerir uma pauta?
Mande uma mensagem no Whatsapp clicando aqui ou um email clicando aqui

Através deste curso, você terá acesso aos mais atuais protocolos de Avaliação e Tratamento da chamada Fisioterapia Contemporânea, dentre eles: Termografia Clínica, Análise computadorizada de biomecânica, Estabilização segmentar, ventosaterapia, pilates e liberação miofascial. Clique aqui

O curso de Fisioterapia Ortopédica e Traumatológica contém informações detalhadas sobre o funcionamento e composição do sistema musculoesquelético, os tipos de lesões que podem afligi-los e as formas de tratamento. Clique aqui
>

Poste um Comentário

Faça Fisioterapia