Quando a torção tornozelo é caso de cirurgia?


>



A torção do tornozelo é uma das queixas mais frequentes entre os esportistas recreacionais. Diariamente no consultório atendemos pacientes que sofreram entorses do tornozelo. Eles se queixam de dor e inchaço local, mas estão realmente assustados com o laudo da ressonância magnética: rotura completa dos ligamentos do tornozelo!

Quase 90% das torções do tornozelo acabam causando algum grau de lesão dos ligamentos, especialmente dos situados na face externa.

Quando realizamos a ressonância magnética, um número significativo dessas lesões é descrito como "rotura completa do ligamento talo-fibular anterior e do ligamento calcâneo-fibular", o que provoca preocupação entre os pacientes, temerosos quanto à necessidade de realizar uma cirurgia.

Apesar das lesões ligamentares, e do laudo assustador da ressonância magnética, cerca de 80% dos pacientes com lesões parciais ou roturas desses ligamentos evoluem muito bem sem cirurgia, o que significa dizer que o tornozelo permanece estável e sem dor, e que os pacientes retornam às atividades diárias e à prática esportiva normalmente.

Para aumentarmos as possibilidades de uma evolução favorável, em certos casos, indicamos o uso de imobilizações (botas ou tornozeleiras), por um período mínimo para que a cicatrização inicial aconteça. Há uma clara tendência de evitarmos o uso de imobilizações em esportistas, mas frequentemente podermos agilizar sua recuperação se as utilizarmos adequadamente.

A fisioterapia é parte importante da reabilitação. De forma simplificada, diria que algumas sessões de fisioterapia permitem a regressão precoce do inchaço e da dor. Com a melhora do processo inflamatório é possível realizarmos treinos de equilíbrio, de força e gestos esportivos, ativando os reflexos musculares que fazem a estabilização funcional e dinâmica do tornozelo.  

Então, por que fazer a ressonância magnética? 

Para diagnosticarmos outras lesões que podem estar associadas às ligamentares, como as lesões de cartilagem, dos tendões, pequenas fraturas e contusões ósseas. Além disso, temos uma melhor compreensão do grau de energia envolvida e do mecanismo da torção.

O tratamento cirúrgico das lesões ligamentares do tornozelo me parece restrito aos pacientes com histórico de vários episódios de entorse, àqueles com lesões associadas, para algumas lesões em atletas de alto nível ou em casos excepcionais de instabilidade muito grave.

Share on Google Plus

About Faça Fisioterapia

This is a short description in the author block about the author. You edit it by entering text in the "Biographical Info" field in the user admin panel.
    Blogger Comment
    Facebook Comment