Anatomia e Cinesiologia do Punho e Mão


>



O punho tem a função significativa de controlar a relação comprimento-tensão dos músculos multiarticulares da mão à medida que se ajustam as diversas atividades e formas de preensão. A mão é uma ferramenta valiosa, através da qual nós controlamos nosso ambiente e expressamos idéias e talentos.


ESTRUTURA E FUNÇÃO DE PUNHO E MÃO


Partes Ósseas

- Punho: radio distal, escafóide, semilunar, piramidal, pisiforme, trapézio, trapezóide, capitato e hamato.

- Mão: 5 metacárpicos e 14 falanges compõem a mão e 5 dígitos.


Articulações do Complexo do Punho e seus Movimentos

- Complexo do punho

O complexo do punho é multiarticular e feito por duas articulações compostas. É biaxial, permitindo flexão (flexão volar), extensão (dorsiflexão), desvio radial (abdução) e desvio ulnar (adução).


- Articulação radiocárpica

Está envolvida por uma cápsula frouxa, porém forte, reforçada por ligamentos também compartilhados com a articulação mediocárpica.


- Articulação mediocárpica

É uma articulação composta entre as duas fileiras de cárpicos. Tem uma cápsula que é também contínua com as articulações intercárpicas.
Os movimentos fisiológicos dos punhos são: flexão, extensão, desvio radial e desvio ulnar.


- Pisiforme

O pisiforme é classificado como um osso do do carpo. Não é parte da articulação do punho, mas funciona como um osso sesamóide no tendãodo flexor ulnar do carpo.


- Ligamentos

A estabilidade e alguns movimentos passivos do complexo do punho dependem de numerosos ligamentos: o colateral ulnar e radial, o radiocárpico dorsal e volar (palmar), o ulnocárpico e o intercárpico.



Articulações do Complexo da Mão e seus Movimentos


- Articulações Carpometacárpicas dos dígitos 2 a 5

As articulações são envolvidas numa cavidade articular comum e incluem as articulações de cada metacárpico com a fileira distal de cárpicos e as articulações entre as bases de cada metacárpico.

Os movimentos fisiológicos dos metacárpicos são a flexão (arqueamento) e a extensão (achatamento).


- Articulação capometacárpica do polegar; dígito 1

Essa articulação é uma articulação biaxial em formato de sela (selar) entre o trapézio e a base do 5º metarcápico.Tem uma cápsula frouxa e AM grande, o que permite que o polegar se mova para longe da palma da mão para atividades de oposição e preensão.
Os movimentos fisiológicos do primeiro metacárpico são: flexão, extensão, abdução e adução.


- Articulações metacarpofalângicas

São articulações condilóides biaxiais coma a extremidade distal de cada metacárpico convexa e a falange proximal côncava, mantida por um ligamento volar e 2 colaterais. Os colaterais tornam-se tensos durante a flexão completa e restringem a abdução e adução nessa posição.
Os movimentos fisiológicos da primeira falange são: flexão, extensão, abdução e adução.


Articulações interfalângicas

Existe uma articulação interfalângica proximal e uma distal para cada dedo, do 2 ao 5; o polegar tem somente uma articulação interfalângica.

Os movimentos fisiológicos de cada falange são: flexão e extensão.



Função da Mão


- Relações comprimento-tensão

A posição do punho controla o comprimento dos músculos extrínsecos dos dedos.


- Arqueamento e achatamento

Ocorre arqueamento da mão com flexão dos dedos e achatamento da mão com extensão. O arqueamento melhora a mobilidade da mão para uso funcional e o achatamento para largar objetos.


- Mecanismo extensor

Estruturalmente, o capuz extensor é feito pelo tendão do extensor comum dos dedos. Cada estrutura tem um efeito no mecanismo extensor.


- Padrões de garra e preensão

Garras de potências envolvem agarrar um objeto com dedos parcialmente fletidos contra a palma da mão, com contrapressão do polegar aduzido.
Padrões de precisão envolvem manipulação de um objeto que não está em contato com a palma da mão entre o polegar abduzido e os dedos em oposição.
Controle de Mão


- Controle da mão sem carga (livre)

Envolve fatores anatômicos, contração muscular e propriedades viscoelásticas dos músculos.



Principais Nervos Sujeitos à Pressão e Trauma no Punho e Mão


- Nervo mediano

Ao entrar na mão, esse nervo passa através do túnel cárpico no punho com os tensões flexores. O túnel cárpico é coberto por um ligamento transverso relativamente inelástico, espesso.


- Nervo ulnar

Entra na mão através de uma cava formada pelo osso pisiforme e o gancho do osso hamato, e é coberto pelo ligamento cárpico volar e músculo palmar curto.


- Nervo radial

Entra na mão como nervo radial superficial, que é somente sensorial.



Padrões de Dor Referida e Lesão Nervosa

A mão é o ponto terminal de vários nervos importantes. Lesão ou compressão desses nervos podem ocorrer em qualquer lugar ao longo de seu percurso, da coluna cervical até sua terminação. O que o paciente sente como dor ou distúrbio sensorial na mão pode ser devido a lesão no nervo em qualquer lugar de seu percurso, ou a dor pode ser devida a irritação tecidual na origem segmentar comum.



PROBLEMAS ARTICULARES: MANEJO CONSERVADOR


Diagnósticos Relacionados e Etiologia

Patologias tais como artrite reumatóide e doença articular degenerativa, assim como trauma articular agudo, afetam as articulações de punho e mão.


Problemas / Comprometimentos Comuns


- Artrite Reumatóide

Inflamação sinovial (sinovite) e proliferação tissular com edema, dor, limitação e calor bilateralmente nas articulações de punho e mãos, mais comumente as articulações metacarpofalangiana e interfalângica proximal e no punho.

- Doença Articular Degenerativa e Trauma Articular

Na fase aguda, há edema com movimentação restrita e dolorosa. Na fase crônica, tanto a flexão quanto a extensão se acham limitadas nas articulações afetadas, com uma sensação terminal capsular firme. Fraqueza muscular geral, pouca força de preensão, resistência muscular à fadiga precária.

- Rigidez Pós-Imobilização

Diminuição na amplitude de movimento, rigidez intra-articular, e adesões nos tendões.


Limitações/Incapacidades Comuns

Na fase aguda, todas as atividades de preensão serão dolorosas, interferindo com AVDs como para vestir-se, comer, arrumar-se, fazer a higiene pessoal ou quase todas as atividades funcionais, incluindo escrever e datilografar.
Share on Google Plus

About Faça Fisioterapia

This is a short description in the author block about the author. You edit it by entering text in the "Biographical Info" field in the user admin panel.
    Blogger Comment
    Facebook Comment