Inervação da mão








A mão se caracteriza por urna concentração muito grande de estruturas em espaço exíguo, de modo que um traumatismo pode lesar grande número de estruturas.
E parte importante da semiologia avaliar a integridade das estruturas vasculonervosas e tendinosas. 

A palma da mão é inervada pelo ulnar na região hipotenar, 5° dedo e metade ulnar do 4° dedo. A área restante é inervada pelo mediano. O nervo radial provê inervação cutânea de parte do dorso da mão. principalmente do primeiro espaço.

O ulnar inerva o flexor ulnar do carpo e metade do flexor profundo dos dedos. Na mão, inerva os hipotenares, todos os interósseos, os dois lumbricais ulnares e o adutor do polegar. 

O mediano inerva todos os músculos pronadores do antebraço, flexores do punho e flexores extrínsecos dos dedos, com exceção do flexor ulnar do carpo e a metade ulnar flexor profundo dos dedos. Na mão, inerva os músculos tenares, primeiro e segundo lumbricais. 

O radial inerva todos os músculos extensores e supinadores do antebraço.




Capacite-se para atender melhor os pacientes:
  • Anamnese - Passo a Passo para uma boa avaliação
  • Combo Joelho e Quadril - Cursos Online
  • Exercício para Ganho de Força Muscular: Prescrição Terapêutica

  • Gostou o texto? Nos siga nas redes sociais: Instagram, Facebook e Twitter

    Quer anunciar neste blog?
    Mande uma mensagem no Whatsapp clicando aqui

    Quer sugerir uma pauta?
    Mande uma mensagem no Whatsapp clicando aqui ou um email clicando aqui

    Poste um Comentário

    Tecnologia do Blogger.