Entorse de joelho ou Lesão do Ligamento cruzado anterior (LCA)


>




Este é o principal ligamento do joelho, pois é o que proporciona mais estabilidade à articulação, e por isso este tipo de lesão é de grande importância, principalmente nos casos de moderados a graves, pois geralmente esses necessitam de cirurgia.

Causas:

Normalmente acontece em movimentos bruscos, quando o pé está apoiado no chão e o corpo gira sobre o membro apoiado (movimento de pivô).

Alguns fatores podem influenciar para o aparecimento dessa lesão: predisposição biomecânica, fraqueza muscular, sedentarismo, outras lesões pré- existentes no joelho (Ex: o menisco medial auxilia em algumas funções de estabilização do LCA), etc.

Sintomas:

O estiramento ou ruptura deste ligamento geralmente ocasiona edema ("inchaço") articular considerável, estalo alto no momento da lesão, dor difusa no joelho, rigidez articular e sensação de instabilidade da articulação (falseio).

Tratamento:

Estruturas como os ligamentos têm pouca capacidade de se regenerarem, por isso na maioria dos casos além da fisioterapia também é necessário o tratamento cirúrgico. Geralmente o joelho é muito dependente de um LCA em perfeito funcionamento, caso contrário torna-se instável e seguidas entorses podem ocorrer, tal processo acarretará numa artrose precoce, acometendo outras estruturas do joelho como os meniscos e a cartilagem articular.

A fisioterapia é de fundamental importância no tratamento conservador, no pré-cirúrgico e no pós-cirúrgico.

Apesar de ser uma lesão traumática, da mesma maneira precisa ser observada com um tratamento global, assim como todas outras citadas aqui. É necessário terapia manual (osteopatia, RPG, Mulligan – técnica australiana, etc.) para liberar a musculatura que fica em "espasmo" como mecanismo de defesa do corpo, para ganhar mobilidade articular proporcionando melhor grau de movimento (flexão e extensão do joelho), recursos manuais para drenagem do edema ("inchaço"), métodos de traumato-ortopedia (fortalecimento muscular), hidrocinesioterapia (ganho de força muscular, estabilidade articular – propriocepção, ganho de mobilidade articular, melhora da drenagem). Aqui a visão da globalidade é muito importante para auxiliar na reabilitação.

( Ex: fortalecer os músculos posteriores da coxa é fundamental, pois estes auxiliam a estabilizar o joelho no movimento de gaveta anterior (translação anterior da perna em relação à coxa).

Também é necessário observar a postura e o tipo de pisada que podem influenciar num estresse maior sobre o LCA.

Ainda devemos destacar, que nos primeiros meses da reabilitação, a importância de evitar a perda dos últimos graus de extensão do joelho ("esticar" o joelho), pois tal condição acarretará em grande dificuldade para ganhar força e massa muscular no quadríceps.

Outro ponto fundamental é a propriocepção, que é o principal fator para evitar a recidiva (volta) da lesão, que é um método realizado para treinar os "sensores" existentes no corpo para responderem de maneira eficaz aos gestuais esportivos, uma espécie de trabalho de equilíbrio.

Este é apenas um exemplo de lesão por entorse ligamentar do joelho, mas como todos os outros o tratamento global é de fundamental importância.

Fonte




Quer anunciar neste blog?
Mande uma mensagem no Whatsapp clicando aqui

Quer sugerir uma pauta?
Mande uma mensagem no Whatsapp clicando aqui ou um email clicando aqui


Quer anunciar neste blog?
Mande uma mensagem no Whatsapp clicando aqui

Quer sugerir uma pauta?
Mande uma mensagem no Whatsapp clicando aqui ou um email clicando aqui

Dicas para Profissionais:
  • Guia de Testes Ortopédicos
  • Curso de Agulhamento a Seco (Dry Needling)
  • Exercícios Funcinais para Fisioterapia
  • Curso - Aprenda Ventosaterapia

  • Entorse de joelho ou Lesão do Ligamento cruzado anterior (LCA) Entorse de joelho ou Lesão do Ligamento cruzado anterior (LCA) Revisado by Faça Fisioterapia on 22:15 Nota: 5