Etapas para se fazer uma avaliação bem feita em Fisioterapia na Ortopedia


>



1ª Etapa. Avalie o paciente:

A avaliação tem inicio com o encaminhamento ou ingresso inicial do paciente, tendo continuidade como um processo progressivo ao longo de todo o curso de reabilitação. É essencial que compreendam os processos patológicos, terminologia medica, diagnósticos diferenciais que empregam provas laboratoriais e outros exames diagnósticos.

Uma entrevista é outra medida preliminar utilizada na obtenção de informações a respeito do paciente. A entrevista revela informações sobre a queixa primária do paciente, a história da enfermidade, estilo de vida anterior ao problema, metas e expectativas pessoais e motivações. Hábitos de saúde, inclusive preferências ou aversões a exercício, a freqüência e intensidade de atividades regulares também revelar-se-ão úteis no planejamento de um programa fisioterapêutico.

2ª Etapa. Analise os dados:

Os dados de avaliação precisam ser organizados e analisados, para que seja identificada uma lista de problemas. Problemas primários são o resultado direto dos processos patológicos subjacentes, e problemas secundários são complicações que podem resultar a partir dos efeitos de uma incapacidade prolongada, manejo inadequado, ou a não-intervencão da reabilitação. Devem ser determinadas prioridades, em termos de quais problemas são mais críticos para a tarefa funcional em questão e quais itens precisam ser maximizados.

3ª Etapa. Estabeleça metas:

Metas em longo prazo definem o nível de desempenho esperado para o paciente ao final do processo de reabilitação. Elas descrevem os resultados funcionais da terapia, indicando a quantidade de independência, supervisão ou assistência necessária e o equipamento ou adaptação ambiental necessária para que seja assegurado o desempenho adequado. Usualmente as metas em longo prazo definem habilidades em termos de atividades da vida diária, mobilidade no ambiente e comunicação ou interação com o ambiente.

Cada habilidade componente então torna-se o objetivo de uma meta em curto prazo. O terapeuta deve determinar a seqüência apropriada de metas, priorizando-as com base numa análise de listas de problemas e capacidades.

4ª Etapa. Formule um plano de tratamento:

O próximo passo consiste em determinar quais os procedimentos terapêuticos podem ser utilizados para consecução de cada meta. É importante identificar todas as possíveis alternativas terapêuticas; devem ser cuidadosamente pesadas essas alternativas, decidindo-se então pelos procedimentos que oferecem a melhor probabilidade de sucesso. Os fisioterapeutas precisam permanecer permeáveis às novas opções, mantendo-se sintonizados com a literatura profissional recente.

Uma troca profissional de idéias com clínicos experientes pode ser o meio efetivo que irá auxiliar o fisioterapeuta a selecionar acertadamente dentre os complexos itens envolvidos na tomada de decisões, especialmente quando o paciente é doente crônico, ou sofre múltiplos processos ou complicações patológicas.

Share on Google Plus

About Faça Fisioterapia

This is a short description in the author block about the author. You edit it by entering text in the "Biographical Info" field in the user admin panel.
    Blogger Comment
    Facebook Comment