Músculos e Movimentos da Articulação Temporomadibular


>



http://www.fortius.com.br/wordpress/wp-content/uploads/2016/07/IMG_0308.jpg

A articulação temporomandibular (ATM)  é a "junta" da mandíbula com o crânio, que pode ser apalpada logo à frente do ouvido. Essa articulação é responsável por permitir todos os movimentos da mandíbula e seu funcionamento se relaciona com vários sistemas do corpo como o mastigatório, o fonoarticulatório (da fala), o respiratório, o sistema postural e o vestíbulo coclear (que controla o equilíbrio e a audição).

A ATM se relaciona com alguns músculos, que tem função de elevação, protusão, desvio e outros. Estão nesse grupo:

Pterigoideo Lateral: É um músculo da mastigação muito importante na ATM.

Feixe superior:
Origem: asa maior do esfenoide.
Inserção: cápsula articular.

Feixe inferior
Origem: face lateral da lâmina lateral do processo pterigoide do osso esfenoide.
Inserção: fóvea pterigoidea da mandíbula.
Função: elevação, protrusão e desvio lateral.

Pterigoideo Medial: 

Origem: asa interna do processo pterigoideo.
Inserção: ângulo interno da mandíbula, medialmente a inserção do masseter.
Função: elevação e desvio lateral (unilateral)

Temporal: 

Origem: fossa temporal e superfície lateral do crânio.
Inserção: processo coronoide e borda anterior da mandíbula.
Função: elevação da mandíbula.

Masseter: 

Origem: arco zigomático.
Inserção: ângulo da mandíbula.
Função: elevação da mandíbula.

Aprenda mais sobre Fisioterapia na ATM com o Mini-Curso de Fisioterapia na ATM

Posturas da ATM e da mandíbula

  • Relação cêntrica: côndilo-disco está mais superior e anterior na fossa mandibular
  • Máxima intercuspidação habitual: dentes superiores contatam os inferiores
  • Repouso: dentes não estão em oclusão
  • Rotação: côndilos giram no seu longo eixo
  • Translação: côndilo caminha anteriormente
  • Abaixamento: abertura da boca
  • Protrusão e retrusão: boca para frente e para trás.

Movimentos 

1. Depressão mandibular (abertura da boca) e elevação mandibular (fechamento da boca):

Na depressão o côndilo gira em relação ao disco e o disco gira em relação à eminência.No final do movimento ocorre uma translação do côndilo e do disco juntos ao longo da eminência o que resulta numa abertura posterior no compartimento superior. Já na elevação da mandíbula ocorre o inverso, primeiro há translação posterior seguida pelo giro do côndilo posteriormente sobre o disco.

2. Protrusão mandibular (projeção do queixo para frente) e retrusão mandibular (deslizamento dos dentes para trás):

Durante a protrusão e retrusão o movimento é de translação e ocorre na articulação superior. O côndilo e o disco conjuntamente translacionam anterior e inferiormente ao longo da eminência articular na protração e posterior e superiormente na retração.

3. Desvio lateral da mandíbula (deslizamento dos dentes para ambos os lados).

No desvio lateral a mandíbula desloca-se em torno de um eixo vertical onde um côndilo gira e o outro translaciona para frente.

Os movimentos mandibulares são criados por combinações de rotação e deslizamento nas articulações superiores e inferiores. Sendo controlados pela delicada interação de muitos músculos.

Conheça o Mini-Curso de Fisioterapia na ATM

Share on Google Plus

About Faça Fisioterapia

This is a short description in the author block about the author. You edit it by entering text in the "Biographical Info" field in the user admin panel.
    Blogger Comment
    Facebook Comment